segunda-feira, 10 de junho de 2013

Me sinto infinita

Agora eu estou me sentindo infinita.
Como se todos os meus problemas tivessem sido solucionados. As cicatrizes de ontem já não doem mais.
Eu me sinto assim, invencível. É um sentimento tão bom que se assemelha á um arco-íris. Cheio de cor e vida. Apesar de que se pudesse escolher, escolheria um vida toda em preto e branco. Mas hoje ela está intensa, com muito brilho e contraste. Está colorida. Tudo o que é infinito é assim. Colorido.
Não sei porque me sinto assim. Só não consigo sorrir, mas meus monstros aqui dentro dançam a valsa mais bonita agora. Deve ser porque eu me sinto infinita. Não completa ou preenchida. Mas infinita.
Isso é bom, eu acho. Me falaram que é bom.

Parece que nada mais importa. Não importa aqueles amores incompreendidos ou não-recíprocos de toda uma vida. Não importa os finais trágicos de filmes como Titanic ou O menino do pijama listrado. Não importa os meus pesadelos. Não importa o cansaço. Não importa os amigos que me esqueceram. Não importa a infelicidade que vai me abater amanhã. Só importa o infinito de hoje. E isso é lindo. Me sinto tão pura. Tão como o infinito.

http://www.youtube.com/watch?v=t6Sx1uaFT38

Nenhum comentário:

Postar um comentário