domingo, 1 de dezembro de 2013

Por isso eu dormi o dia todo

E eu dormi o dia todo. Não por sono ou cansaço, mas por vontade de apagar e entrar num plano metafísico onde você não exista. E ficar assim por um dia todo. Presa metafisicamente em um plano não-real em coisas não-reais.as aí eu fico acordando toda hora com a cabeça atolada de bagunça e você no meio dela. Eu até já desfiz meus planos de hoje para evitar encontrar ou ver algo que me ligue a você. Hoje já não tenho nada mais pra fazer, já não tem nada, nem você. Porque tudo aquilo voltou, e então novamente eu percebo o quão idiota sou.
Eu já entrei em parafuso e fiz promessas para a puta que pariu de que iria sair dessa bolha de sentimentalismo barato. Mas eu não consegui e cá estou novamente escrevendo sobre o quão frustrante é participar de tudo isso.
Eu não gosto de falar de mim e de me abrir porque parece que ninguém ouve com a mesma intensidade que eu falo. É tudo raso demais e se for pra ser louca e meter o pé na porta, comigo é cem porcento disso e mais. E a sintonia não é a mais a mesma. Estou cansada de novo e se te encontrar de novo terei vontade de sair gritando de novo. E por isso eu dormi o dia todo. Não por sono ou cansaço.

Nenhum comentário:

Postar um comentário