quarta-feira, 5 de janeiro de 2011

Entre olhares

Para falar a verdade, eu nem sei como ainda consigo te olhar firmemente
sabendo que no ultimo segundo eu havia fujido,
mas eu queria apenas te dizer que fugi porque não sabia com quais palavras te dizer
''eu ainda quero você'' .

Mas eu voltei,
voltei para dizer-lhe do modo mais profundo,
que sem você eu não sou nada,
apenas uma gota d'água
escapando por entre os dedos finos de alguém desconhecido.

Eu esperei para voltar a te olhar firmemente,
denovo,
e mais ainda inoscente,
porque eu não consigo mais me enganar
e parar de ser tão fria e esquecida de minhas palavras.

Mas hoje eu voltei,
para juntar-me a ti eternamente
querendo enlouquecer e acender a estrada por qual viajaremos nesta noite
com as janelas abertas e o rádio ligado alto
tocando nossas músicas
e me distraindo,
para olhar-te novamente tão firmemente.

Nenhum comentário:

Postar um comentário