quarta-feira, 4 de agosto de 2010

Vida Efêmera

A cada dia
mais e mais pessoas passam pela nossa vida
poucos marcam,muitos simplesmente passam
muitos falam,poucos dizem o que realmente querem dizer
E apesar de ser irônico,a vida é passageira
Pode demorar anos ou até completar  um século
mas algumas duram horas ou apenas dias
até que todos se vão,cheios de desejos e com as mãos vazias
Muitos têm sonhos para realizar e concretizar o irreal
Poucos vivem sem se arrepender,um eterno sonhador
Até que esse sonhador se tornou um contador de histórias
e então me contou:
''Não acreditava que a vida passava tão rápido,
apesar de sozinho eu me sentia renovado
até que conheci Mariah,era uma moça linda
Era a minha longa vida vivida
Nos tornamos mais que amigos,e apesar da idade avançada
Ela me entendia e preenchia o buraco que havia se formado em mim
Até que noivamos e casamos
Naquela noite de 25 de outubro ela havia me dito sobre alguma coisa da vida
Vida Efêmera,eu acho...
De princípio eu não entendi,
na verdade eu nem a escutei
até que no dia seguinte,na Lua de Mel
ocorre uma morte súbita
e Mariah se vai.
Mas só hoje entendi o que ela veio fazer na minha vida
Seus propósito era me avisar que tudo passa
até a dor,a pesar de todo meu amor
eu nunca sofri com a morte dela
Sabe porque Ana?
Tudo passa,Até a dor.
E a morte leva o que a vida não suporta carregar.''



Inspirado no filme:''O curioso caso de Benjamim Button''

Nenhum comentário:

Postar um comentário