segunda-feira, 24 de fevereiro de 2014

Tu pousa a mão no meu peito
e pensa que é livre.
Mas não é.
Homem,
tu mesmo se prende
em correntes mais fortes que o mar.

Nenhum comentário:

Postar um comentário