domingo, 3 de julho de 2011

Monstro

Você tem sido o meu veneno,
a sáida do labirinto mais longo
e eu gosto de pensar
que tudo irá melhorar.
Imagine,
pense como eu,
uma simples menina que corre atrás do mundo
que pássa as madrugadas acordada como um monstro,
mas tente se lembrar
dos dias em que eu te olhei
e vi a mim.
Ainda não perdi as minhas forças,
e nem as mentiras serão capazes de me fazer cair,
mesmo eu assim,
insaciável,
e difícil de controlar,
como um monstro...

Nenhum comentário:

Postar um comentário