quinta-feira, 28 de julho de 2011

Gotas de absinto

Eu preciso de um lugar onde há sol,
para aquecer minha alma e esquentar meu coração nas noites frias.
Eu preciso de um lugar onde há frio para congelar minha raiva e todos os sentimentos ruins.
Eu preciso de um lugar onde há chuva,
para lavar minha velha estrada e apagar todas as más recordações...
Deixarei escorrer pela minha janela as gotas de absinto que nunca secam,
que levam,
para longe,
o que eu já não sou capaz de suportar.

Nenhum comentário:

Postar um comentário