sábado, 21 de agosto de 2010

Sem sentir...

Díficil é ter que olhar hoje em seus olhos e ver que tudo acabou
atos e sentimentos ficaram ao vento,
mas acho que a maré os levou
sem retorno,dor.

Lembro daquela tarde em que passamos juntos
abraçados a beira mar
o sol nos acompanhava e guiava-nos a estrada certa
éramos crianças desastradas.

Mas se jogou e se perdeu em uma mar de ilusões
pedidos se calaram,para nunca mais falar
desejos partiram para nunca mais voltar
eram tardes lindas,mas que nunca mais iremos contemplar.

Você sempre dizia que era fácil dizer e tagarelar
se abrir e decifrar os sentimentos
mas sempre soube que nunca foi tão fácil assim
o meu Eu te amo demorou pra sair de mim...

mas ainda penso hoje vendo o mar sozinha
não foi fácil dizer sobre o que sentia
mas vejo que mais dificil ainda é dizer o que não sinto mais

Seria tão fácil apenas falar,
sem nada sentir
jogar tudo para o ar e pensar que ficaria em paz
mas sofro cada vez mais em acreditar que...
Apesar de tudo,Eu não te amo mais.

Ana.

Nenhum comentário:

Postar um comentário