quarta-feira, 18 de agosto de 2010

Segundas Intenções

Sempre te vejo passar,andando em passos lentos
acompanhando á cada passo inerte,teus movimentos
Sempre tão inocente,inconsequente
Sem precisão em meio á tanta gente

Minha vontade é de te beijar,
mas sabe que eu não passo,te assustaria
e em meio á mil ideias,eu cederia
mas também gostaria de te ver ceder

Sem se arrepender,lhe traria um buquÊ
não de rosas,de lírios!
Colocaria uma bela roupa e um perfume feminino
sem jamais esquecer-me do vinho!

Seria uma noite estrelada,fechada
privada para nós dois
olhando em seus olhos,estamos á sós
meu único desejo agora...
é estar entre os seus lençóis.

Sem esquecer aquele seu lado puta,
onde vende o corpo para comer,
e mesmo uns sem um puto no bolso
viram a esquina para te ver.

Mas diferente deles,eu queria você
teus pecados se calariam comigo
Não seria apenas sexo e prazer
Seria bem mais que isso
Eu pagaria pra ver

Veria o brilho em seus olhos
sabendo que ''a noite'' acabou
nenhum dinheiro restou,mas te dou mais que isso
Lhe ofereço meu amor

E mesmo que por uma noite eu tenha sido apenas mais um cliente
Eu senti bem mais que isso
Eu senti o amor
em meio a tanto desejo ardente,pendente

Promessas,ofertas
eu prometi voltar e te buscar
para fugirmos juntos para um outro lugar
Sem ter que pagar.
Eu teria vocÊ por inteira,sem taxa
meio assim,De graça
e sem Segundas Intenções.

Ana.

3 comentários:

  1. *----------------------------------------------------*

    ResponderExcluir
  2. nussssssssssssss...........*-------*..é isso aí guriiaa...........parabensssss

    ResponderExcluir